De quem é a culpa?

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

ETERNO (de Ana Maria Rocha)

Trilha Sonora: Clair de Lune, Beethoven.

Há tantas flores que sentimos,
Há tantas rugas que dividimos,
Algumas descartamos
Outras, tao e sem importancia eternizamos.
Do que vale a vida, com tantas poucas coisas?
coisas que afloram o nosso viver,
que nos fazem viver,
que realçam o meu viver
me eterniza,
que me vibra
e solidifica