De quem é a culpa?

quarta-feira, 16 de março de 2011

PAPEL INSTANTÂNEO (de Celi Abdoral)

Trilha Sonora: Arnaldo Antunes.

Ontem, no meu sonho
eras todo poesia
Nada de carne, ossos, tez.
Só papel, linhas, letras
e coração de palavra-metáfora,
com sangue de nanquim.