De quem é a culpa?

terça-feira, 26 de março de 2013

CANÇÕES NÃO BASTARÃO (de Haroldo Brandão)



O beijo que não foi dado nas esquinas do mundo
E toda a conveniência para o que não dá mais pé
Um convite ao descartável tabaco

Aonde templos de consumo se solidificam
Em rituais para o Deus dinheiro
Como sair desta maré?

Creme dental, burgs, sorvetes, diazepínicos, álcool e estimulantes
Refazendo o mesmo paraíso baudelairiano de séculos e séculos

Um choro que não se ouvirá mais
As mais belas canções não bastarão
Como um lamento do melhor blues
Vibrando como veneno em meu sangue
                 
Se toda a negação gerar poesia
Então valeu a pena ter te encontrado
Com todo o meu amor esparramado em teu colo